Segunda, 17 de Maio de 2021 21:32
(68) 9 9241-7768
Politica Artigo

QUANDO A POLITICAGEM PREDOMINA

Política é uma arte, ou uma ciência de governar

14/04/2021 18h06
Por: Redação Acrelândia News Fonte: Por Estevão Ferreira
QUANDO A POLITICAGEM PREDOMINA

Política é uma arte, ou uma ciência de governar, Estados, Nações e povos, é uma ciência que vai ao encontro das necessidades e anseios de um povo, quando aplicada em sua essência, faz toda diferença.

Infelizmente a política hodiernamente é uma mera coadjuvante, pois todo protagonismo é da nefasta politicagem, e já começa no período eleitoral, com candidatos fazendo promessas mirabolantes, cometendo um verdadeiro estelionato eleitoral, induzindo grande parte do eleitorado a acreditarem que são os verdadeiros salvadores da pátria e que terão solução para tudo.

Vociferam aos quatro ventos que farão tudo diferente, que tornarão a terra seca em um paraíso, que até Alice no país das maravilhas, ficaria com inveja, daí os desavisados acreditam nessa utopia, colocando a todos nesse barco de ilusões.

Eis que logram com êxito seus intentos, e aqueles que sonharam com dias melhores, baseados naquelas promessas lindas da campanha, entram em êxtase, pois já sentem o cheiro da terra prometida, mas passados alguns dias, eis que a realidade bate à porta, a verdade nua e crua vem dissipando todas as falácias do período eleitoral.

Aquele dinheiro que diziam que sobrava, não existe, aquela nomeação de primeiro ou segundo escalão, não acontece, as ruas esperando a pavimentação, os postes esperando as lâmpadas, o produtor esperando seu ramal trafegável, maquinários a espera de manutenção, os esportistas esperando as competições, escolas aguardando as reformas, servidores esperando aumento salarial, é uma longa fila de segmentos à espera dos cumprimentos das promessas.

Mas o que aconteceu que não conseguiram cumprir as promessas? Será que sabiam da realidade? ou usaram de má fé com o eleitorado? ou somente depois de ver a máquina por dentro é que viram que não era como pensavam? A realidade é totalmente diferente, e agora o que fazer? Fazer política ou politicagem, qual o mais fácil? Normalmente preferem fazer politicagem, parece até regra, mas a primeira coisa que fazem, é culpar a gestão anterior, já dizia o pensador, “a incompetência tem muitas características, e uma delas é culpar os outros”.

Quaisquer que pense diferente, logo é perseguido, usam todo o aparato público para execrar, extirpar, sem dó nem piedade.

Enquanto a politicagem for predominante, todos sofrerão.

Política é uma arte, ou uma ciência de governar, Estados, Nações e povos, é uma ciência que vai ao encontro das necessidades e anseios de um povo, quando aplicada em sua essência, faz toda diferença.

Infelizmente a política hodiernamente é uma mera coadjuvante, pois todo protagonismo é da nefasta politicagem, e já começa no período eleitoral, com candidatos fazendo promessas mirabolantes, cometendo um verdadeiro estelionato eleitoral, induzindo grande parte do eleitorado a acreditarem que são os verdadeiros salvadores da pátria e que terão solução para tudo.

Vociferam aos quatro ventos que farão tudo diferente, que tornarão a terra seca em um paraíso, que até Alice no país das maravilhas, ficaria com inveja, daí os desavisados acreditam nessa utopia, colocando a todos nesse barco de ilusões.

Eis que logram com êxito seus intentos, e aqueles que sonharam com dias melhores, baseados naquelas promessas lindas da campanha, entram em êxtase, pois já sentem o cheiro da terra prometida, mas passados alguns dias, eis que a realidade bate à porta, a verdade nua e crua vem dissipando todas as falácias do período eleitoral.

Aquele dinheiro que diziam que sobrava, não existe, aquela nomeação de primeiro ou segundo escalão, não acontece, as ruas esperando a pavimentação, os postes esperando as lâmpadas, o produtor esperando seu ramal trafegável, maquinários a espera de manutenção, os esportistas esperando as competições, escolas aguardando as reformas, servidores esperando aumento salarial, é uma longa fila de segmentos à espera dos cumprimentos das promessas.

Mas o que aconteceu que não conseguiram cumprir as promessas? Será que sabiam da realidade? ou usaram de má fé com o eleitorado? ou somente depois de ver a máquina por dentro é que viram que não era como pensavam? A realidade é totalmente diferente, e agora o que fazer? Fazer política ou politicagem, qual o mais fácil? Normalmente preferem fazer politicagem, parece até regra, mas a primeira coisa que fazem, é culpar a gestão anterior, já dizia o pensador, “a incompetência tem muitas características, e uma delas é culpar os outros”.

Quaisquer que pense diferente, logo é perseguido, usam todo o aparato público para execrar, extirpar, sem dó nem piedade.

Enquanto a politicagem for predominante, todos sofrerão.

Por Estevão Ferreira

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acrelândia - AC
Atualizado às 23h27 - Fonte: Climatempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 33°

23° Sensação
4.1 km/h Vento
71.8% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (18/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (19/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias