Quinta, 23 de Setembro de 2021 15:40
(68) 9 9241-7768
Dólar comercial R$ 5,3 0.259%
Euro R$ 6,23 +0.717%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.301%
Bitcoin R$ 267.126,1 +2.269%
Bovespa 113.720,48 pontos +1.28%
Geral Nova medida

Decreto poderá obrigar acreano a apresentar carteira de vacinação

O Palácio Rio Branco usa como justificativa para expedição do decreto, a lentidão na imunização por parte dos municípios que tem sido lenta.

13/09/2021 21h26
Por: Redação Acrelândia News Fonte: ac24horas
Decreto poderá obrigar acreano a apresentar carteira de vacinação

O governo do Acre estuda expedir um decreto que obriga a população a apresentar a carteira de vacinação contra a Covid-19 nos estabelecimentos públicos, comerciais e religiosos em todo o Estado. A medida é estudada devido que mais de 257 mil pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde. Estima-se que mais de 200 mil pessoas ainda não tomaram nem mesmo a primeira dose nos 22 municípios.

Atualmente, o Acre tem cerca de 318 mil doses disponíveis, o suficiente para cobrir a taxa vacinal das pessoas que têm de tomar a segunda dose, e de outras 60.700 que ainda não receberam a primeira. O levantamento do Programa Nacional de Imunização, o PNI, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) mostra que ao menos 1.028.380 doses da vacina já foram distribuídas no estado até agora, entre os 22 municípios.

O Palácio Rio Branco usa como justificativa para expedição do decreto, a lentidão na imunização por parte dos municípios que tem sido lenta. O ac24horas apurou que apenas Cruzeiro do Sul e Brasiléia têm tido números satisfatórios na vacinação e as demais cidades têm deixado a desejar.

O governo leva em conta também que um dispositivo semelhante está sendo usado na prefeitura do Rio de Janeiro, que no final de agosto publicou decretos estabelecendo a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19 para acesso a uma série de estabelecimentos e para atendimento em alguns serviços. No Rio, a apresentação do comprovante de imunização é exigida em estabelecimentos e locais de uso coletivo, tais como academias de ginástica, estádios e ginásios esportivos, cinemas, teatros, museus, galerias e exposições de arte, convenções, conferências, entre outros. A vacinação também será condicionante para que as pessoas sejam submetidas a cirurgias eletivas nas redes pública e privada de saúde.

No mês de junho, uma proposta semelhante de autoria do senador Jader Barbalho (MDB/PA) foi derrubada no senado federal, que tornava obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19, pelas pessoas cuja imunização já tenha sido contemplada pelo plano nacional de vacinação do Ministério da Saúde, como condição para ingressar em estabelecimentos públicos e privados de atendimento ao público e para a obtenção de serviços que necessitem de atendimento presencial para sua concessão, em todo o território nacional, enquanto durar a emergência de saúde pública causada pela pandemia.

 Por  

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acrelândia - AC
Atualizado às 17h27 - Fonte: Climatempo
34°
Pancada de chuva

Mín. 23° Máx. 35°

35° Sensação
7.9 km/h Vento
39.4% Umidade do ar
90% (16mm) Chance de chuva
Amanhã (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (25/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias